QUAIS OS CUIDADOS QUE DEVO TER COM O MOTOR DO MEU VEÍCULO? 

Para que o motor do seu veículo tenha longa vida, é importante que você esteja atento a alguns itens como: Óleo do motor, líquido de arrefecimento e correia dentada.

 

COMO VERIFICAR NÍVEL DE  ÓLEO DO MOTOR?

Com o motor frio, preferencialmente pela manhã antes da primeira partida e estando o veículo em piso nivelado retire a vareta do óleo, limpe-a com um pano ou papel insira e retire-a novamente e verifique o nível de óleo que deve esta entre as marcas” Min e Max” gravadas na vareta.Se necessário complete com o óleo recomendado pelo de mesma marca e/ou recomendado pelo fabricante. Caso o complemento seja constante, é sinal de vazamento de óleo interno (quando o óleo estiver passando pelos retentores de válvulas e/ou pelos anéis de segmento), ou externo (quando o óleo esta passando pelas juntas e retentores dos comandos e virabrequim). Neste caso recomendamos levar o seu veículo a sua oficina de confiança.

OBS: O óleo lubrificante perde a sua eficiência e capacidade de lubrificação após 6 meses de uso.

 

COMO VERIFICAR O LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO?

O líquido de arrefecimento deve ser verificado com o motor frio e veículo nivelado. O líquido deve estar entre as marcas "Min" e "Máx" do reservatório. Se houver necessidade complete com o líquido de arrefecimento. Caso o complemento seja constante é indícios de vazamento, neste caso recomendamos levar o veículo para sua oficina de confiança.

OBS: É recomendado fazer a limpeza e a troca do líquido de arrefecimento a cada 30.000km ou a cada 12 meses, o que ocorrer primeiro.

 

PARA QUE SERVE O SISTEMA DE ARREFECIMENTO?

O motor esquenta muito com todas as explosões da queima do combustível e o sistema de arrefecimento é responsável por manter o carro a uma temperatura ideal de funcionamento, sempre na faixa dos 90º Celsius, evitando que as peças derretam.

 

PARA QUE SERVE A CORREIA DENTADA?

A correia dentada é responsável em manter em sincronia a parte inferior e superior do motor. Caso haja o rompimento da correia dentada, o motor perde o sincronismo e ocorre o empenamento das válvulas, sendo necessária a retifica do cabeçote. Sua troca ocorre em média a cada 50.000 quilômetros, dependendo do modelo do carro e das condições em que o veículo é submetido. Como por exemplo, quando o carro é submetido a condições severas, como no trânsito caótico das grandes cidades, superfícies irregulares,  altas temperaturas e veículo de mineradora, tende a ter desgaste precoce. Informe-se no manual do proprietário sobre o intervalo de troca e siga-o rigorosamente.



LIGUE AGORA E AGENDE SUA REVISÃO!

3364-6969